Agronegócio

Exportações de carne de frango crescem 6% nos sete primeiros meses de 2022

Publicados

Agronegócio

Conforme informado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as exportações de carne de frango, tanto in natura quanto processadas, totalizaram 2,825 milhões de toneladas nos sete primeiros meses de 2022. O número supera em 6% as 2,668 toneladas embarcadas pelo país no mesmo período do ano passado. 

No mês de julho, as exportações de carne de frango apresentaram um volume de 4,5% menor que o total comercializado internacionalmente no sétimo mês de 2021, com 405,3 mil toneladas contra 424,4 mil toneladas. Na receita, houve um aumento de 20,7% com US$ 892 milhões frente aos US$ 739,2 milhões em 2021.

Em dólares, esse resultado apresenta um número 33,3% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, com US$ 5,620 bilhões  frente a US$ 4,216 bilhões.

Entre os destinos da carne de frango do Brasil, os Emirados Árabes Unidos assumiram, novamente, a liderança, com 37,8 mil toneladas exportadas em julho. Em segundo lugar, está a China com 37,5 mil toneladas importadas e em terceiro lugar, a Arábia Saudita que importou 37,2 mil toneladas. Além desses, outros destaques do mês foram Filipinas, com 21,8 mil toneladas, Coreia do Sul, com 18,8 mil toneladas e Singapura, com 15,4 mil toneladas importadas.

Leia Também:  Exportação brasileira de milho dispara em julho e acumula mais de R$ 1 bi de renda

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Operação fiscaliza produção de fertilizantes no estado de São Paulo

Publicados

em

De 08 e 12 de agosto, uma equipe do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou uma operação de fiscalização da produção de fertilizantes no estado de São Paulo. O estado é o maior em número de estabelecimentos produtores de fertilizantes do país.

Na operação foram apreendidos 100 mil litros de produtos fluidos e 412 toneladas de fertilizantes sólidos. Além disso, 34 empresas da região de Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Barretos foram fiscalizadas e 26 coletas de produtos para análises fiscais, as amostras de inoculantes representam o equivalente a 260 mil doses de produto. A ação tinha como objetivo auditar os processos de produção e os procedimentos de controle de qualidade de fertilizantes.

No total, foram emitidos 22 autos de infração e oito empresas foram embargadas cautelarmente para a realização de adequações. A principal irregularidade constatada foi a ausência ou insuficiência de análises de controle de qualidade das matérias-primas e produtos acabados. 

Ainda foram constatados que diversas empresas produtoras de fertilizantes fluidos estão produzindo adjuvantes. 

Leia Também:  Consumo de carne bovina tem recorde negativo; preço do suíno cai

Participaram da ação 16 auditores fiscais federais agropecuários, com apoio logístico das Unidades Técnicas Regionais e da Superintendência Federal de Agricultura no Estado de São Paulo (SFA-SP).

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA