Polícia

Polícia Civil prende padrasto por maus-tratos contra menina de 3 anos em Lucas do Rio Verde

Publicados

Polícia

A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e à Mulher da Delegacia de Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá), prendeu em flagrante um homem suspeito por maus-tratos cometidos contra a enteada de apenas três anos de idade.

O suspeito de 33 anos foi autuado em flagrante por maus-tratos majorado por atingir criança. A mãe da menor foi ouvida e confessou que deixava o companheiro agredir a filha como forma de corrigir a criança.

As investigações iniciaram após denúncia anônima recebida pelo Conselho Tutelar do município, que apontavam que o padrasto agredia a filha da companheira durante o banho. Para praticar as agressões, o suspeito ligava o chuveiro e agredia a criança deliberadamente, sendo os gritos da menina ouvido pela vizinhança.

Com base nas informações passadas, as investigadoras do Núcleo foram até a residência do casal para apurar os fatos, ocasião em que encontraram a menina com várias lesões na perna.

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Lucas do Rio Verde, onde a criança passou pela escuta especial, sendo confirmada a denúncia de que ela era agredida durante o banho. O casal foi interrogado pelo delegado Eugênio Rudy Junior, sendo o padrasto autuado em flagrante pelo crime de maus-tratos majorado.

Leia Também:  Cadela debilitada e com sinais de maus tratos é resgatada de casa abandonada em Cuiabá

“O suspeito permaneceu calado durante o interrogatório, mas a mãe revelou que, pelo menos por três vezes, ele agrediu a menina com o intuito de ‘corrigir’ a criança”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal apreendem caminhão com madeira irregular na fronteira

Publicados

em

Um caminhão carregado de madeira irregular foi apreendido na noite de quinta-feira (30.06), no município de Comodoro, região oeste do Estado, após ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal. Três pessoas foram presas em flagrante pelo crime ambiental.
 
Os policiais civis de Comodoro e os agentes da PRF realizavam barreiras na região de fronteira, visando o combate a extração ilegal de madeira em terras Indígenas, quando na noite de quinta-feira (30), avistaram um caminhão transportando a matéria prima. 
 
A fiscalização policial foi montada na Rodovia BR 174, próximo ao KM 555, entre os municípios de Comodoro e Vilhena, no Estado de Rondônia.  Durante a abordagem foi verificado que o veículo era ocupado pelo motorista e mais dois indivíduos.
 
Na ocasião não foram apresentados os documentos obrigatórios, além da documentação exigida para o transporte de madeiras, como o Documento de Origem Florestal e a Guia Florestal, além disso, o caso do transporte da madeira feito no período noturno, constitui uma agravante ao crime ambiental previsto na Lei Federal  9.695/98.
 
Diante dos fatos, o caminhão com a carga de madeira foi apreendido, e os três suspeitos conduzidos para Delegacia de Comodoro, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil cumpre nove mandados de buscas contra integrantes de associação criminosa na fronteira
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA